Todos os Direitos Reservados www.amigosdecambara.com.br 2013

POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL PRENDE QUATRO HOMENS
POR DESMATAMENTO ILEGAL EM ÁREA DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE EM LONDRINA.

Nesta quarta feira dia 11 de Setembro de 2013, por volta das 08h40min, Policiais da Segunda Companhia de Polícia Militar Ambiental, receberam uma denuncia de desmatamento ilegal em zona de preservação permanente nas margens do rio Tibagi, na zona rural de Londrina, próximo ao distrito da Maravilha.
Chegando no local a equipe deparou-se com um homem de 43 anos de idade que fazia a retirada de pranchas de madeira de dentro de um pequeno barco, imediatamente a equipe procedeu a abordagem deste homem que relatou que estariam fazendo a retirada desta madeira a alguns minutos rio abaixo e que naquele local armazenavam as madeiras para depois retira-la com veículos, ainda informou que seus companheiros estariam no interior da mata derrubando arvores e fazendo a retirada da madeira, mas que teriam uma autorização do Instituto Ambiental do Paraná (IAP).
Os policiais solicitaram a referida autorização e constataram que a autorização seria para a retirada de madeira do leito do rio, de arvores que atrapalham a navegação de barcos mas na abordagem a equipe constatou que as arvores abatidas estavam dentro de área de mata ciliar, dentro da área de preservação ambiental e nenhuma arvore abatida tinha sequer sinais de ter sido exposta à água.
Em ato seguinte os policiais deslocaram-se de barco por cerca de cinco quilômetros deste local inicial de abordagem ate o local de abate das arvores e corte da madeiras.
Depois de realizado o deslocamento de aproximadamente 20 minutos de barco até o local onde mais dois homens cortavam uma árvore que havia sido derrubada naquele instante e estava derrubada no chão, todo este trabalho estava acontecendo dentro de   área de preservação permanente, com uso de motosserras sendo identificado dois homens um de 40 e outro de 45 anos de idade trabalhando no corte, e um terceiro homem  de 51 anos de idade, que se apresentou como sendo o patrão dos outros três.
A equipe fez uma verificação do local e constatou que estava sendo realizada a retirada da madeira dentro da área de preservação sem autorização, e que algumas árvores haviam sido derrubadas e não seriam então provenientes do rio, tampouco atrapalhavam o trafego do rio.
Diante da situação foi dada voz de prisão em flagrante delito aos quatro homens e realizada a apreensão das motosserras do material usado na extração da madeira, do barco utilizado no transporte, da madeira localizada e ainda de um veículo utilizado pelos infratores, e tudo foi encaminhado à delegacia do sexto distrito policial de Londrina, onde foram autuados em flagrante delito pelo corte de arvores nativas em área de preservação permanente.
É ordem direta do governador Beto Richa e de nosso comandante do BPMA, Sr. Tenente Coronel Chehade Elias Geha que as ações de proteção ambiental sejam intensificadas, e o meio ambiente seja protegido para as gerações futuras.
Porém as ações se tornam mais eficazes quando a sociedade participa denunciando quem pratica, bem como os pontos onde mais ocorrem estes crimes ambientais, faça a sua parte como um defensor da natureza e denuncie você também.

 

Capitão QOPM Ricardo Fardim Eguedis

Comandante da 2ª Companhia de Policia Ambienta