Todos os Direitos Reservados www.amigosdecambara.com.br 2013

POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL APREENDE
 12 PASSAROS SILVESTRES NA CIDADE DE LONDRINA.

 

Nesta quinta feira dia 27 de julho de 2013, por volta das 14hs30min, Policiais Militares Ambientais pertencentes à Segunda Companhia durante a verificação de denúncias anônimas de que na zona norte de Londrina havia diversos pássaros silvestres em situação irregular e que no local também acontecia à captura e venda ilegal destes animais.
Os policiais deslocaram-se em dois endereços sendo o primeiro na Rua Pelicano, no Jardim Paraíso aonde os policiais localizaram três aves silvestres apreendidas em situação ilegal, sendo um trinca ferro e dois sabias laranjeira aprendidos em cativeiro sendo que nenhum deles tinha a documentação regularizada para a sua criação em cativeiro, constatando a denuncia de manter os pássaros apreendidos de forma ilegal.
O proprietário da residência, um homem de 45 anos de idade foi autuado em termo circunstanciado por capturar e manter em cativeiro irregular as aves silvestres.
No segundo endereço verificado na Rua Maracaí, Jardim Castelo, os policiais localizaram nove aves silvestres apreendidas em situação ilegal, sendo eles quatro trinca ferro, dois azulões, duas coleirinhas e um papagaio que foram aprendidos em cativeiro e nenhum deles tinha a documentação regularizada para a sua criação em cativeiro, constatando a denuncia de manter os pássaros apreendidos de forma ilegal.
O proprietário da residência, um homem de 48 anos de idade também foi autuado em termo circunstanciado por capturar e manter em cativeiro irregular as aves silvestres.
Todas as aves estavam em situação irregular, em cativeiro sem a devida legalização e autorização do órgão federal responsável que é o IBAMA, algumas com sinais de captura recente.
Não foi confirmada a denuncia de venda das aves, pois no momento da abordagem nenhuma pessoa comercializava animais, mas foram encontrados e apreendidos seis alçapões destinados à captura criminosa de aves e doze gaiolas vazias que provavelmente aguardavam a captura de aves, três delas com adaptações para receber pássaros recém capturados e que se debatem contra as paredes, criando indícios de possível trafico de animais silvestres.
Todas as aves possuem sinais de domesticação e serão encaminhadas para receberem cuidados veterinários ou de biólogo, as que apresentarem condições de soltura, imediatamente receberão a liberdade e as outras serão encaminhadas para CETAS, ou outro local compatível para depois ser readaptada a vida silvestre.
Nossos Policiais Militares Ambientais agradecem as diversas informações recebidas e solicitamos que a comunidade sempre denuncie os crimes, para que a Polícia Militar Ambiental possa fazer as devidas apreensões e posterior reinserção dos animais na natureza e propiciar sua soltura.  
É ordem direta do governador Beto Richa e de nosso comandante do BPMA, Sr. Tenente Coronel Chehade Elias Geha que as ações de proteção ambiental sejam intensificadas, e o meio ambiente seja protegido para as gerações futuras.
Relembrando toda a sociedade, que todo cidadão pode ser um defensor da natureza e ajudar no combate aos crimes ambientais denunciando a qualquer hora, em todo o estado do Paraná os crimes ambientais através do telefone (43) 3341-7733, em Londrina e região.

 

       Capitão PM Ricardo Fardim Eguedis
Comandante da 2ª Cia de Polícia Ambiental