Todos os Direitos Reservados www.amigosdecambara.com.br 2013

POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL
APREENDE ENCOMENDA COM SEIS ANIMAIS MARINHOS
ENVIADOS PELOS CORREIOS EM LONDRINA.

Nesta quarta feira, dia 23 de outubro de 2013, por volta das 16hs, policiais militares da Segunda Companhia de Polícia Militar Ambiental, foram acionados no centro de distribuição de encomendas dos Correios na cidade de Londrina, depois de inspeção com aparelho de “Raios-X”, foram encontrados animais vivos dentro de uma caixa de encomenda rápida.

Ao abrirem a embalagem os policiais militares encontraram sete sacos plásticos com água salgada, um deles havia se rompido e vazado a agua salgada mas os outros seis ainda estavam intactos, no interior de cada um deles havia um animal marinho totalizando seis animais de diferentes espécimes ainda não identificados por biólogo se são exóticos ou silvestres.
Identificação inicial verifica ser um camarão, três estrelas do mar e dois moluscos sendo que não existiam nenhum documento ou informações escritas para a confirmação da origem dos animais que provavelmente serviriam para a ornamentação e cria em aquários.
Provavelmente os animais marinhos foram vendidos pela internet e estavam sendo transportados de forma irregular e ilegalmente em uma embalagem de três etapas por forma uma caixa de papelão para contenção do conteúdo, depois os animais estavam em uma caixa de isopor, provavelmente para contenção térmica e por ultimo eram acondicionados individualmente em sacos plásticos cheios de ar.
Depois o conteúdo foi postado no correio como encomenda rápida e provavelmente o comprador não saiba desta irregularidade, mas com certeza o vendedor e despachante do produto sabem do risco de vida e dos maus tratos que os animais sofrem durante este tipo de transporte.
A venda destes animais é legal, o transporte de animais vivos pelos correios é proibido, todas as encomendas onde são detectados animais vivos são apreendidas e encaminhadas para o órgão policial.
Recomendamos a população que não adquiram seres vivos pela rede internet, e se adquiridos que confiram como é realizado o seu transporte, constatando ser pelo correio denuncie estes vendedores por não respeitarem os animais que varias vezes morrem.
Ainda não se tem confirmação se os animais são exóticos, por isso serão encaminhados para um biólogo para que ele faça a devida classificação e depois serão encaminhados ao proprietário ou profissional especializado, os trabalhos tentarão identificar se não esta havendo comercio ilegal ou ainda se não há a introdução de animais provenientes de outros países que podem colocar em risco nossa fauna com a introdução inadequada destes espécimes.
O vendedor e comprador dos peixes podem ser submetidos a processo criminal e administrativo.
A correspondência foi postada na cidade do Rio de Janeiro e seguia para a cidade de Cianorte, estado do Paraná, o destinatário por ser morador no estado do Paraná, já esta sendo localizada para prestar maiores informações da compra e remessa.
Agradecemos as diversas denúncias recebidas e solicitamos que a comunidade continue denunciando os crimes para que a Polícia Militar Ambiental possa cumprir melhor seu papel de proteção ao meio ambiente.
É ordem direta do governador Beto Richa e de nosso Comandante do Batalhão de Policia Militar Ambiental, Sr. Tenente coronel Chehade Elias Geha, para que as ações de proteção ambiental e segurança rural sejam intensificadas para que o meio ambiente seja protegido para as gerações futuras.
Relembrando toda a sociedade, que todo cidadão pode ser um defensor da natureza e ajudar no combate aos crimes ambientais denunciando a qualquer hora, em todo o estado do Paraná os crimes ambientais através do telefone (43) 3341-7733, em Londrina e região.

 

Capitão QOPM Ricardo Fardim Eguedis 24/10/2013
Comandante da 2ª Cia de Polícia Ambiental