Todos os Direitos Reservados www.amigosdecambara.com.br 2013

POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL
LOCALIZA E APREENDE QUATORZE PÁSSAROS SILVESTRES
NO MUNICÍPIO DE SANTO ANTONIO DA PLATINA.

 

Policiais Militares Ambientais pertencentes ao pelotão de Jacarezinho da Segunda Companhia efetuaram atendimento a denuncia anônima na cidade de Santo Antonio da Platina relatando atividades de captura e possível venda de pássaros silvestres.
Os Policiais deslocaram-se na residência indicada na denuncia, dentro da área urbana da cidade, e localizaram vários pássaros sem a documentação exigida por lei em gaiolas individuais infringindo assim a lei federal 9.605/98.
O proprietário da residência, um homem de 38 anos de idade foi conduzido juntamente com os pássaros e materiais apreendidos até a Delegacia de Polícia Civil da cidade aonde foi lavrado o termo circunstanciado de infração penal.
Ao todo foram encontrados quatorze pássaros silvestres ilegais na residência sendo eles três Tico Tico Rei,  Três Coleirinhas, seis canários da terra, um pássaro preto e um pintassilgo.
As aves foram encaminhadas ao 4º Pelotão de Polícia Ambiental de Jacarezinho, onde após análise de um biólogo, poderão ser reinseridas no seu habitat natural, as gaiolas apreendidas foram destruídas.
A Polícia Ambiental, através de denúncias da população, desenvolve um importante trabalho no sentido de coibir práticas desta natureza.
Estas operações tem ordem direta do governador Beto Richa e de nosso comandante do BPMA, Sr. Tenente Coronel Chehade Elias Geha para que as ações de educação e proteção ao meio ambiente sejam intensificadas, pois a segurança e o meio ambiente devem ser protegidos para as gerações futuras, este trabalho é fundamental para a proteção ao meio ambiente e futuro da sociedade em geral.
O principal objetivo é garantir segurança efetiva as pessoas e ao produtor rural, aumentando o policiamento e modificando o paradigma da Polícia Militar Ambiental, o transformando em aliado e companheiro da produção e proteção de criminoso perigoso que retiram a tranqüilidade no campo.
O Batalhão de Polícia Militar Ambiental vêm realizando intenso esforço em todo o Estado no sentido de reprimir crimes ambientais, porém as ações se tornam mais eficazes quando a sociedade participa, como nesse caso, denunciando quem pratica, bem como os pontos onde mais ocorrem estes crimes ambientais.
Este trabalho é fundamental para a proteção ao meio produtivo em geral, alem de todos os espécimes de flora e fauna existentes em nossa região de atendimento.


Capitão PM Ricardo Fardim Eguedis data:22/10/2013
Comandante da 2ª Cia de Polícia Ambiental