INFORMAÇÃO

Publicado em 07/04/2020 - 14:03  horas - Fonte: AGENCIA BRASIL - G1 - Redação amigosdecambara

 

Site e aplicativo para solicitação de auxílio

R$ 600 está disponível

A Caixa Econômica Federal disponibilizou nesta terça-feira (7) o site e o aplicativo por meio do qual informais, autônomos, desempregados e MEIs podem solicitar o auxílio emergencial de R$ 600, que deve começar a ser pago na quinta-feira (9), segundo previsão divulgada nesta terça-feira (7) pelo ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni.

O aplicativo deve ser usado pelos trabalhadores que forem Microempreendedores Individuais (MEIs), trabalhadores informais sem registro e contribuintes individuais do INSS. Aqueles que já recebem o Bolsa Família, ou que estão inscritos no Cadastro Único, não precisam se inscrever pelo aplicativo. O pagamento será feito automaticamente.

 

Clique aqui para fazer a inscrição pelo site:https://auxilio.caixa.gov.br/#/inicio

 

Clique aqui para baixar o aplicativo para celularesAndroid: https://play.google.com/store/apps/details?id=br.gov.caixa.auxilio

 

Clique aqui para baixar o aplicativo para iOS (celulares Apple): https://apps.apple.com/br/app/caixa-aux%C3%ADlio-emergencial/id1506494331

 

Os trabalhadores que não tiverem acesso à internet poderão fazer o cadastro nas agências da Caixa ou nas casas lotéricas.

A Caixa também disponibilizou o telefone 111 para tirar dúvidas dos trabalhadores sobre o auxílio emergencial. Não será possível se inscrever pelo telefone, apenas tirar dúvidas.

O Ministério também disponibiliza um canal de atendimento por telefone para tirar as dúvidas sobre os programas sociais e CadÚnico no 0800 707 2003. Ao ligar neste número, você deve selecionar a opção 5. serviço de ligação é gratuito, e pode ser feito por um telefone fixo ou móvel. Antes só era possível pelo telefone fixo, mas o governo já liberou as ligações feitas de celular.

Os horários de atendimento são: 07h às 19h de segunda a sexta-feira; 10h às 16h nos finais de semana e feriados nacionais e durante o Calendário de Pagamento do Bolsa Família.

Os primeiros a receber deverão ser cerca de 10 milhões de pessoas que estão no Cadastro Único do governo federal mas não recebem Bolsa Família, e que têm conta no Banco do Brasil ou poupança na Caixa.

Veja como deve ser o calendário de pagamento:

 Primeira parcela

– Pessoas que estão no Cadastro Único que não recebem Bolsa Família e têm conta no Banco do Brasil ou poupança na Caixa Econômica Federal: quinta-feira (9);

– Pessoas que estão no Cadastro Único que não recebem Bolsa Família e não têm conta nesses bancos:terça-feira da semana que vem (14 de abril);

– Trabalhadores informais que não estão no Cadastro Único: em 5 cinco dias úteis após inscriçãono programa de auxílio emergencial (veja como se inscrever abaixo);

– Beneficiários do Bolsa Família: últimos 10 dias úteis de abril, seguindo o calendário regular do programa

 Segunda parcela

– Pessoas que estão no Cadastro Único que não recebem Bolsa Família e trabalhadores informais inscritos no programa de auxílio emergencial: entre 27 e 30 de abril

– Beneficiários do Bolsa Família:últimos 10 dias úteis de maio, seguindo o calendário regular do programa

 Terceira parcela

– Pessoas que estão no Cadastro Único que não recebem Bolsa Família e trabalhadores informais inscritos no programa de auxílio emergencial: entre 26 e 29 de maio;

– Beneficiários do Bolsa Família: últimos 10 dias úteis de maio, seguindo o calendário regular do programa

Conteúdo G1